Postagens

PRUDÊNCIA É SABER SE CUIDAR

Imagem
“Uma tecnologia inédita, com potencial para revolucionar a administração pública brasileira em todas as esferas e poderes, deve começar a ser introduzida ainda este ano. Ela é identificada pela sigla TI – Tecnologia da Informação.” Seria bom que essa frase estivesse sendo usada, desse jeito aí, neste 2021. O grande problema, no entanto, é que muita gente acha que sabe tudo de informática. E por isso não teme qualquer problema na área. Começa que, alguém com pleno conhecimento desse assunto hoje, saberá menos amanhã e menos ainda depois de amanhã. A Informática muda muito rápido. E, ao que parece, quem anda cuidando disso no serviço público brasileiro, ainda não sabe nem as coisas mais básicas. Por exemplo, a importância da segurança dos sistemas. Atentar para o tamanho do problema “cibersegurança” hoje no Brasil é dar de cara com o que está acontecendo no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, desde a semana passada. Segundo Fabiano Dallazen, procurador geral gaúcho, no momento está

ALCANCE A CONSCIÊNCIA DO SEU VALOR

Imagem
É bem provável que o seu valor vá além do que você imagina. Pode demorar um pouco para você saber mas, tenha certeza, nesse exato momento, tem gente medindo objetivamente o seu valor. Nada a ver com moral, questões filosóficas, muito menos auto ajuda. É o seu valor de varejo, cuja cotação está oscilando num mercado cada vez maior. Um plano qualquer de fidelização é, assim, um carinho comercial em você. Lembra da primeira vez em que a pizzaria entregou junto um papelzinho impresso: “Guarde este cupom e ao completar 250 pizzas você recebe uma inteiramente grátis!”? Tá, não eram exigidos tantos cupons assim, mas você deve ter notado que a quantidade foi reduzindo, na medida em que a concorrência também piscou os olhos para o povão. Os planos de fidelização na aviação vieram mais concretos. O acúmulo de milhas são beijos calientes na parte sensível das companhias aéreas (quer dizer, no caixa da companhia). E a retribuição faz até a sua esposa, nas férias, estimular esse romance todo. Hoje,

A TV COMO INCUBADORA DE NOVAS TECNOLOGIAS

Imagem
Não chega a ser disciplina obrigatória na faculdade dos farmacêuticos. Mas a habilidade de entender letra de médico está entre as indispensáveis para a profissão. Sinal de que a disciplina de caligrafia não faz parte do histórico escolar dos médicos. Seria uma deficiência adquirida pelos médicos ou uma estratégica para conversar diretamente com o farmacêutico, sem o paciente de boi na linha? É... , letra de médico não tem remédio. Nesses casos, nos dias atuais, o problema passa a ser digital. Sistemas informatizados, há décadas têm trazido soluções inteligentes para os mais diversos desafios. Agora, crescem as soluções inteligentes artificialmente. Um puxadinho da verdadeira inteligência. Ou soluções “adestradas”, como cães de pastoreio, que tomam algumas decisões na condução de rebanhos, desde que devidamente preparados. Tanto faz. A questão é que esse é precisamente o segundo maior negócio de aquisição que a Microsoft já realizou. No início da semana foi anunciada a negociação, na qu

IDAS E VINDAS NO MERCADO DA TECNOLOGIA

Imagem
Na teoria, o que cria mercados são necessidades, não desejos. Daí a gente assiste ao encerramento da fabricação de celulares LG no mundo todo e fica pensando se o mercado encolheu, se a necessidade de celular está diminuindo. A tecnologia de consumo ainda não mudou teorias milenares, mas está acrescentando novos perfis na história dos negócios. Se antes geladeiras, vitrolas e máquinas de lavar roupas eram a resposta intuitiva para “tecnologia de consumo”, hoje são apenas eletrodomésticos. Passaram por muitos avanços, mas simplesmente fazem melhor o que sempre fizeram. As tecnologias disruptivas vendidas em massa são cada vez mais pessoais. Quando o homem chegou à lua, o relógio de pulso era a tecnologia mais sofisticada de uso pessoal. Ou seria o rádio de pilha? Hoje os modelos mais simples de celulares têm capacidade de processamento várias vezes superior ao que os astronautas da Apollo tinham a bordo. E muito mais do que rádio ou relógio. O fenômeno novo não é um encolhimento do merc

CADA AVANÇO TEM SEU PRÓPRIO GALOPE

Imagem
Palestra interessante! Um geógrafo austríaco, radicado no Brasil há mais de 20 anos, falava sobre exclusão social. O exemplo que estava comentando vinha de um fato ocorrido há poucas semanas. Ele é professor numa conceituada universidade brasileira, conhece bem a realidade por aqui. Mesmo assim, estava surpreso. Contou que, passando por uma grande padaria do bairro da Lapa, em São Paulo, observou o que conversavam duas atendentes. Estavam do lado de dentro do balcão, enquanto ele aguardava a chegada do lanche. Era mês de verão e uma delas falava que, há um ano em São Paulo, ainda não tinha ido a uma praia. Guardava o “sonho de conhecer o mar”. A colega lhe perguntou de onde tinha vindo e a resposta foi surpreendente: São Luís do Maranhão. “-Você nasceu e cresceu em São Luís e nunca viu o mar?”, retrucou a outra. A resposta foi afirmativa, sob um visível constrangimento. Mais tarde, debruçando sobre o assunto, o professor constatou que é grande o número de pessoas que moram numa grande

HÁ ALGO IRRESISTÍVEL NOS BITs. O QUE SERÁ?

Imagem
Imagine aqueles caras geniais da Física numa mesa de bar. Então você chega e alguém da sua turma precisa te avisar discretamente sobre o QI dos convidados. Só pela conversa deles você não descobriria. Iria desconfiar que era uma trupe de palhaços ou que estavam bêbados demais. Tudo que falam é tão complicado que nem dá raiva, dá sono. E pensar que todo esse papo de biruta, que só enrola mais a cada década, vai dar na coisa mais simples do mundo. Não é conto de mineiro, não. É, literalmente, a busca pela coisa mais simples do mundo. Essa coisa já foi o átomo, quase 500 anos a.C.. Na Grécia, claro. Disseram que, se dividisse infinitamente qualquer tipo de matéria, a menor fração a que se chegaria seria um átomo. “A” (negação, não) – “tomo” (fração, parcela), ou seja, indivisível. Milênios depois foram descobrindo que dividia, sim. Em prótons, nêutrons e elétrons. Seriam a base da receita para fazer qualquer tipo de matéria no mundo. Ihh, depois viram que tudo isso tem quarks, bósons, hád

DESAFIOS SANITÁRIOS POR TODOS OS LADOS

Imagem
Tem os que infectam células, e tem outros que infectam dados. Nos dois casos, o papel deles é o mesmo: bagunçar e aterrorizar a vida na Terra. No último ano parece que eles decidiram tomar conta da cena. A começar pelos dados, houve ataques de dimensões históricas. Nesses tempos, em que as células humanas tentam de todas as formas superar a covid, os dados atacados foram justamente os do Ministério da Saúde. Já não são poucos os problemas desse ministério... No Superior Tribunal de Justiça um ransomware criptografou arquivos importantes e foi pedido um resgate em bitcoins para liberar a chave. Teve ainda o maior vazamento de dados pessoais que o Brasil já viu. Pode procurar porque vai encontrar vários outros episódios de contaminação nas informações oficiais. Mesmo diante dessa realidade, nesta semana o Governo Federal adiou mais uma vez o prazo para começar a atacar o problema. A falha não está sendo do governo central. Por uma medida, muito bem vinda, de racionalização de custos, pr