sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

UM SINAL DO TEMPO


A máxima situação de conforto que alguém experimenta é no ventre da mãe. Parece estranho, mas a ciência garante ter elementos suficientes para afirmar isso. É o calor daquela barriga que acaricia e preenche aquelas duas mentes. Vidas incubadas, uma na outra, que compartilham de alguma forma até corações. Depois vem a luz e fica só um frio na barriga, por tudo que pode acontecer aqui fora, nesse mundo tão competitivo, desafiante.

É assim que por trás da alegria, das brincadeiras, as crianças também passam por algum stress, uma vez ou outra. E se você esqueceu, é bom saber que pelo menos em algum momento da infância, é comum crianças terem medo de crescer. Sim, temem aquela vida complicada, cheia de compromissos que nos levam a confrontar situações diferentes a cada dia. É nos momentos mais divertidos onde esse medo dá um frio naquelas barriguinhas. Todos reunidos, envolvidos com alguma brincadeira, as risadas, e então o primo mais velho tem que sair porque é hora de estudar para o vestibular. Outro tio aproveita pra passar na obra e vistoriar o trabalho. Pronto, com dois a menos, não dá mais pra brincar! E assim a infância vai sendo ameaçada por essa razão incompreensível de gente grande.

Mas os pequenos também tem coragem. A seu jeito, muitos entendem que a dedicação aos estudos, a sinceridade com os adultos e com as outras crianças, o esforço, vão conduzir a um crescimento feliz. Vão conquistar o respeito até daqueles que concorrem conosco em diversas situações, e a admiração daqueles que contam com a gente. É assim que se chega a uma adolescência saudável, sem ter ódio da criança que ainda somos, mas também sem desrespeitar o adulto que, afinal, queremos ser.

A EiTV um dia também foi incubada, um embrião fertilizado numa das mais conceituadas universidades do Hemisfério Sul. Da Unicamp fomos ao mercado para caminharmos com as nossas pernas, confiando no esforço para avançarmos e falando com sinceridade sobre o que podíamos oferecer aos nossos clientes e parceiros. Também tivemos dificuldade em compreender os grandes, estabelecemos uma relação de respeito com eles e com os pequenos e assim, enfrentamos o nosso medo de crescer. Nesses dias, ao completarmos 10 anos de existência, já nos acostumamos com um saudável frio na barriga, vez por outra, nesse cenário de tantos desafios. Vivemos uma adolescência saudável, fortalecida pela crença em nossos valores. São eles que, apesar da rapidez nos ciclos de desenvolvimento, nos fazem uma empresa mais humana a cada dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário